Enfermeiro ou enfermeiro, eis a questão… Enfermeiro ou enfermeiro, eis a questão…

Enfermeiro ou enfermeiro, eis a questão…


Descobri num concurso feito para ingressar nos CSP que não sou Enfermeiro… Quer dizer, sou enfermeiro, mas não sou Enfermeiro! (Diziam-me que fui excluído por não ter vínculo de funcionário do estado…). Que queria isto dizer?!
Como Enfermeiro (pensava eu que o era…) fiquei intrigado com o resultado deste concurso. Afinal, sou enfermeiro para assegurar turnos, horas, as horas que os colegas Enfermeiros não querem (senão, entro de atestado – gritam eles de forma voraz), as férias que para mim são mais curtas… Enfim, para ser um enfermeiro para assegurar a Enfermagem tenho os mesmos deveres, contudo, nem metade dos direitos tenho…
Lembrava-me, há poucos dias, numa “vibrante” reunião de férias, de o meu colega me dizer que, face aos anos de trabalho teria 26dias de férias, uma compensação a que tem direito (não questiono a justiça). Eu, como trabalho há 9anos, tenho a recompensa de 22dias (medidas da troika…), e que, afinal, chamamos a isto de igualdade nos sacrifícios…
A verdade é que temos duas classes profissionais, pois só assim se podem explicar os dois decretos-Lei, só assim podemos explicar como é mais fácil exigir o mesmo e retribuir o mínimo, remunerar com um valor mais baixo, reduzir o valor remuneratório das horas de qualidade, só assim podemos explicar a facilidade com que seremos despedidos…

E enfim, nós vamos tendo a ilusão de que, quando todos os Enfermeiros transitarem para a nova carreira, também nós, os enfermeiros, tenhamos algo parecido com uma carreira, e veremos uma luz ao fundo do túnel…

Anúncios

One thought on “Enfermeiro ou enfermeiro, eis a questão… Enfermeiro ou enfermeiro, eis a questão…

  1. Parabéns pelo teu site olha eu sou a actual Presidente da Apeartd que foi constituída a 06/06/2007, em diário da república a anestesia foi um roubo que a medicina fez aos enfermeiros em 1885, que actualmente e historicamente era nossa segundo a lei das patentes a especialidade de medicina só diz especialidade de anestesia e reanimação se o conceito foi introduzido pala enfermagem, mesmo sem estar escrito a 1ª prescrição histórica da enfermagem está feita, e nós estamos inseridos na Comunidade Europeia nós aqui estudamos e depois não aplicamos o que aprendemos na prática em França um enfermeiro de anestesia intuba e ele mesmo decide que medicação dar, entre muitos outros procedimentos, na suiça igual, e nós temos de ser unidos para que o mesmo aconteça em portgal, mas podes ler em http://apeartd.blogspot.pt

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s