Uma perspectiva de Saúde em Portugal

Ainda sou dos crentes que pensam a saúde como prevenção da doença e não como o tratamento dela…

É claro que o tratamento está tão enraíazado, dando lucros a tanta gente que a mudança de paradigma é hoje uma tarefa hercúlea. Discutem-se sempre tratamentos e tratamentos, investimento em medicação e vemos a factura da saúde escalar de forma alucinante.

A saúde começa na educação dos seus utentes, na sua responsabilização pela sua qualidade de vida. Vemos pessoas hoje que recorrem aos hospitais porque podem fazer um check-up “gratuito”… Não terão as pessoas desresponsabilizado o seu papel na saúde, transferindo-o para os profissionais?

O desinvestimento na base resulta deste paradigma social. Há muito que nos tornamos no país do imediato, sem uma visão de futuro…

Ontem já era tarde para mobilizar a política da saúde para a acção, não apenas focada nos centros de saúde, mas para o doente no seu contexto familiar e para o apoio e actuação nos cuidadores dos mesmos. Incrementar uma rede de intervenção no domicilio de excelência é o passo fundamental para reorganzar o tão actualmente badalado SNS, mas também importantíssima será a devida articulação do mesmo com os cuidados diferenciados.

Uma perspectiva a ser estudada pela nossa nova OE, incentivando também uma relação bidireccional entre os CSP e os hospitais…

Anúncios

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s