Taxas Moderadoras em cuidados de enfermagem

Faz sentido moderar algo que já existe numa escassez inaceitável?

Ao contrário do que poderíamos pensar, impor uma taxa moderadora não aumenta o reconhecimento do acto em si ou da profissão que o desempenha mas sim impede ou piora o seu acesso e, no caso dos cuidados de enfermagem, que já são alvo de concorrência injusta dada a ausência ou diminuta comparticipação dos mesmos em comparação com outras áreas, moderar o acesso é promover outro tipo de acesso.
Se falamos de existir um modelo baseado na decisão médica e nos cuidados prestados ( ou supostamente prescritos) por médicos, como compreender medidas que se propõem manter o mesmo paradigma?
Dada a abordagem centrada na pessoa, inerente ao próprio modo como cientificamente os enfermeiros abordam a sua actividade, é de fomentar a maior capacidade de decisão destes e promover o acesso dos cidadãos aos mesmos… Quem diz enfermeiros diz psicólogos, fisioterapeutas, técnicos, etc etc etc. Se o objectivo deve ser maximizar as competências de cada um dos seus intervenientes e promover um modelo baseado na pessoa e não no profissional… Deve ser dada claramente ênfase à não restrição do acesso a cuidados de enfermagem… Pode ser que assim mais pessoas saibam que nem tudo se resume a medicamentos e que há muita coisa que nem sabe que existe mas que lhes é muito útil…
Anúncios

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s