Um País em Lista de Espera

Plano Nacional de Prevenção do Suicídio… E mais?

Na semana passada, o coordenador do Plano de Prevenção do Suicídio apelava para necessidade de assegurar a formação dos clínicos gerais, sustentado pela evidência de que uma parte significativa dos suicidas recorreu ao seu médico de família no mês que antecedeu a tentativa ou a consumação do ato suicida! Acho bem… mas é necessário ainda reforçar o sistema de cuidados primários de outros técnicos de saúde mental, devidamente habilitados e com autonomia para avaliar e intervir (e asseguro que eles andam aí), e agilizar os processos de internamento compulsivo. Esses são uma autêntica vergonha; entre entrevistas e diligências, a decisão pode levar mais de um ano, muitas vezes à custa da segurança dos que se queixam… Enquanto se espera, sofre-se, mata-se e morre-se… 
E já agora, deixem-me falar um pouco do sistema de promoção e proteção de crianças e jovens… Infelizmente, tem-se um sistema que se revela incapaz de sair da sua secretária… Enquanto se espera pela reabilitação (que não existe, na maioria das situações) dos pais que sofrem, deita-se fora a vida dos filhos! 
Anúncios

3 thoughts on “Um País em Lista de Espera

  1. Mauro, percebo o teu comentário… mas permite-me considerá-lo como uma não questão! Eu, investigadora que sou na área da Depressão, concordo que há alguma relação entre a psicopatologia e contextos de crise económica! Mas não se sabe ainda qual a natureza dessa associação! De qualquer forma, os milhões que são gastos na reabilitação (na maior parte ineficaz) das pessoas com doença mental poderiam muito bem ser canalizados para políticas de intervenção precoce. Se agilizarmos a atuação dos organismos, quer em termos de ministério público, instituições de apoio à família, quer ao nível do refoço das equipas e intervenção dos cuidados de saúde primários com uma verdadeira estratégia de promoção e desenvolvimento da saúde mental, acredito que muito se pouparia! Não só financeiramente, como socialmente. Tenho muita pena que quem manda ainda não tenha percebido que uma grande fonte de investimento é numa verdadeira estratégia de promoção da saúde mental! Prometo tecer um conjunto de linhas e propostas sobre de que forma tal se poderia operacionalizar…

  2. Bem vinda Andreia :)Queria deixar uma reflexão :)Daqui a uns 5 anos poderemos avaliar com maior precisão se de facto houve um aumento do número de depressões ou comportamentos autodestrutivos e eventualmente estabelecer uma relação indubitável entre a "crise" e um aumento destes.Porém corremos o risco de os agravar com algo que pode parecer paradoxal. Se pensarmos que estes comportamentos autodestrutivos podem estar relacionados com dificuldades económicas… se por um lado parece lícito aumentar os fundos alocados ao tratamento/cuidados dos mesmos, onde irão ser obtidos esses fundos?Não estaremos a potenciar o aparecimento de mais dificuldades económicas e mais problemas deste foro, ao retirar recursos ( impostos e não só) a quem emprega e paga às pessoas, para os "ajudar" a seguir?Ou seja… ao querermos ajudá-los estamos de facto a prejudicá-los.

  3. Bem-vinda Andreia!Não deixa de ser de louvar que queriam apostar na formação dos clínicos gerais para estas áreas (vendo os currículos dos cursos de medicina (especialmente de há uns anos atrás) vemos que tudo o que tenha a ver com psicologia era desprezado.Claro que fazer com que eles substituam os profissionais com formação específica na área, é um disparate. Mas o que não falta por aí são disparates na atribuição de competências na área da saúde.E sobre a protecção de crianças e jovens, aplica-se aquilo que escrevi há uns tempos sobre as intervenções feitas só quando há estagiários…

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s