Audiência INEM a 13 de Fevereiro de 2013




No dia 13/2/2013 foi reunida a comissão parlamentar da Saúde com o Sr. Presidente do INEM, Miguel Oliveira, para se proceder a uma audiência relativamente às questões levantadas pela Ordem dos Enfermeiros e face a uma reportagem televisiva que demonstrou problemas informáticos experienciados na área da emergência pré hospitalar.

Se visualizarem o vídeo poderão constatar toda a inércia e arrogância com que foi debatido o tema em causa, pelos intervenientes. Os Enfermeiros, ou mais directamente a Ordem dos Enfermeiros foi a visada, numa série de ideias, preconceitos e ataques mediados.  É uma guerra que já se vem a travar há alguns meses, ou até mesmo há anos e na qual se constatou (neste dia) uma batalha perdida. Doloroso, pelo contexto observado. Quero enaltecer que face à postura apresentada pelos intervenientes, (mais uma vez o digo) espera-se uma postura de ruptura para com o Ministério da Saúde e mais em concreto com o INEM. Para além da Classe Profissional – Enfermeiros, o seu próprio Presidente foi colocado em causa moralmente e profissionalmente, o que levanta sérias questões. Espero uma resposta célere, frontal e adequada, para que duma vez por todas possa surgir o mínimo respeito merecido. Foi ignorado o parecer elaborado pela OE “Modelo Integrado de Emergência Pré-Hospitalar é solução para melhorar o socorro às populações e combater ineficiências do INEM”.

A meu ver a Ordem dos Enfermeiros foi subjugada pelos Deputados, também a partir da informação transmitida pelo sindicato dos técnicos de ambulância de emergência no dia 30/1/2013 em reunião de comissão parlamentar de saúde. Seria importante contrapor muita dessa informação, analisando a mesma de forma clara, com dados estatisticamente significativos e fiáveis. Foi afirmado que transformar as ambulâncias do INEM em SIV teria um custo 4,6 milhões euro/ ano. Substituir os TOTE por enfermeiros teria um custo de 594 e 6,4 milhões ano. 1 Enfermeiro em todas as ambulâncias da rede. 1500 Enfermeiros com custo de 37 milhões de euros/ano –  metade do orçamento INEM/ ANO. Mas o que significaria esta mudança? Será mesmo assim a mudança proposta? Não seria uma verdadeira evolução nos cuidados de saúde no contexto pré hospitalar? A titulo de exemplo, deveria ser levantada esta questão, qual é o custo anual que existe para a formação constante destes elementos? Quem paga essa formação? Se for houver um erro na preparação ou administração de algum fármaco, quem será responsabilizado/ de que forma?
Escutar “de peito feito” o sr. Tiago Rocha dizer que já fazem partos há muito tempo, faz-me lembrar que pontualmente na televisão também surgem bombeiros nos noticiários orgulhosos de terem conseguido fazer os partos… Mas esta necessidade/ processo é normal? Não compreendo de que forma os Sr’s Deputados assimilam esta informação. Mas desenvolver estas questões/visões não se pretende, porque não se quer evoluir.
Contrapor a reportagem que a TV enfermagem realizou com este video, demonstra o “Portugal que temos” e o rumo que politicamente se pretende seguir no contexto da saúde da emergência pré- hospitalar.

É de esperar que a postura da OE se mantenha quanto à formação ministrada por Enfermeiros, para profissionais que não Enfermeiros, possam aprender a executarem intervenções que devem ser praticadas por Enfermeiros, levando-nos a atualidade para o contexto da emergência Pré-hospitalar.
Anúncios

One thought on “Audiência INEM a 13 de Fevereiro de 2013

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s