Amaciar as mãos e endurecer a cabeça…

Uma Enfermeira Pediátrica procurava um creme de mãos que realmente hidratasse. Que não fosse gorduroso e que fosse absorvido rapidamente. Que tivesse uma embalagem passível de caber no bolso da farda. Não encontrou.
Posto isso, decidiu ela própria pesquisar, reunir-se com especialistas em dermatologia e criou o seu próprio produto, muito bem recomendado aqui e aqui. Hidrata como nenhum outro!! Parabéns! 🙂 Um exemplo de empreendedorismo que resolve o problema que surge com a lavagem e desinfecção frequentes das mãos! Adicionalmente, está disponível para todos os profissionais de saúde, bem como para o público em geral! A embalagem do creme é sóbria, desperta o interesse e é fina o suficiente para caber no bolso da farda!
Mas para chegar ao consumidor, a bisnaga de creme vem dentro de uma caixa de cartão … E assim que se abre… liberta-se o inferno dos estereótipos da enfermeira…
Ora aí está…Super Duper Special Nurses… Uma “fofura”.. até porque as enfermeiras são altamente “especiais” e este, que é um produto tendencialmente feminino, capitaliza com esta nomenclatura. O próprio creme, protect your LOVELY hands, volta a chamar o amor para o universo da enfermagem, e o facto é que muitas enfermeiras continuam a adorar esta associação… 
De um momento para o outro tenho um creme de mãos a dizer-me o que tenho de ser enquanto enfermeiro/a. E, de forma a esquecer o meu trabalho difícil, emocionalmente esgotante, intelectualmente desafiante e fisicamente extenuante, o creme diz-me que trabalho num universo feliz e que sou dotado de capacidades extraordinárias… E quanto mais penso nesse universo, menos tempo me sobra para pensar que a mensagem a passar não é esta, que tenho de lutar para que me tratem como profissional e não como santo/anjo…
Depois temos a auréola… afinal não são só especiais, os enfermeiros são SANTOS!! E cá vamos nós na montanha russa de esquecermos que somos PESSOAS e PROFISSIONAIS que, ao contrário de santos e anjos, precisamos de ser reconhecidos de acordo com a nossa (enorme) responsabilidade, de ser respeitados e de auferir um ordenado condizente com essa responsabilidade e penosidade!
Só que, quando eu digo concordo que sou um enfermeiro santo, aceito para mim (a nível inconsciente) que tenho de suportar o desrespeito e faltas de educação por parte dos outros profissionais de saúde e dos utentes! Afinal, sou Santo ou não?
Também dizem que a enfermeira TEM de ter estômago de ferro, ombros largos (para suportar tamanha responsabilidade), mãos muito trabalhadoras (que precisam de cuidados de amor carinhoso, mas não de descanso apropriado), pés fantásticos (por andar quilómetros de um lado para o outro) e um grande coração (para atender a tantos utentes ao mesmo tempo)!

A caixa traz novamente a imagem do TLC ou tender loving care ou dos “cuidados de amor carinhoso”, fundamental para todos os enfermeiros… Para quem não é enfermeiro e recebe o creme, fica a imagem que, por mais horrendo que seja o trabalho de enfermagem, a enfermeira tudo suporta, tudo aguenta, sempre sorri, porque tudo faz por amor! E este é… o estereótipo RELIGIOSO!
Por mais que amacie as mãos, esta caixa é mais perigosa que muitas bombas!!! Ela coloca no subconsciente dos enfermeiros e dos utentes uma imagem desactualizada, inconsequente e altamente corrosiva para a profissão!!! Ela ignora que os enfermeiros trabalham longas horas sem descanso, com um trabalho intelectual e físico desgastante, que o fazem com as melhores qualidades humanas e técnicas, mas NÃO POR AMOR, sim por um meio de subsistência!
Se fosse por amor, então VOLUNTÁRIAS faziam-no! Se fosse pelo sorriso constante, então HIENAS faziam-no, se fosse pelo desgaste físico  desmesurado, então ATLETAS OLÍMPICOS FAZIAM-NO.
O produto deve ser bom, a acção empreendedora é excelente e um exemplo para todos, a caixa de cartão deita tudo por terra. Afinal a autora quer vender, por isso lança-se no marketing fácil e apelativo. No entanto, cria uma realidade que a Enfermeira trabalhadora, responsável, competente e conhecedora não pode controlar, mas que mina a sua credibilidade. Será que a criadora do creme sabe isto?
E destas contradições se faz o mundo da enfermagem!!

Anúncios

7 thoughts on “Amaciar as mãos e endurecer a cabeça…

  1. Pessoalmente, tenho duas preocupações nesta matéria:A primeira é a de que os cidadãos portugueses (nos quais me incluo) possam aceder a cuidados de enfermagem adequados e da melhor qualidade humana e técnica. Ora se os estereótipos da profissão se mantêm e são ampliados pelos próprios enfermeiros, poucos levarão a profissão a sério e, consequentemente, darão menos recursos e investimento por comparação com profissões mais "sérias" e profícuas para a saúde dos cidadãos.A segunda é que estas imagens minam a credibilidade dos enfermeiros e fazem crer que estes necessitam apenas de ar para viver e não de um ordenado CONDIGNO e correspondente às suas RESPONSABILIDADES, RISCO E PENOSIDADE.Todos ganhamos mal em Portugal! Todos! Mas eu tento fazer pela minha profissão, como os outros tenntam pela deles!!!Cumprimentos!

  2. vocês estão sempre preocupados com a imagem dos enfermeiros?? Toda a gente adora enfermeiros. Se querem ganhar mais dinheiro e não me parece que recebam mal tendo em conta o resto da população… talvez se sintam discriminados porque estão sempre em contacto com médicos… contudo.. quem quer dinheiro.. ou tem que emigrar.. ou montar um bom negocio ou roubar ao estado (como temos aprendido com os partidos…)

  3. João,Ainda bem que ama aquilo que faz! Faz-nos falta mais pessoas como o João! Ainda bem que vibra, ainda bem que ama! E se é isso que o faz a si, João, desenvolver-se, estudar e estar sempre à frente para prestar os melhores cuidados, então ainda bem. Mas vive de um ordenado, trabalha com a dotação que lhe derem e o material que lhe disponibilizarem.Para a sociedade investir em si, tem de saber se precisa de si. Dos seus serviços. Em que medida estes vão contribuir para salvar a vida e melhorar a saúde dos cidadãos. E só quando a sociedade se aperceber que o João salva vidas e previne complicações, só nessa altura lhe dará os recursos que realmente necessita!Continue com esse Amor e exerça-o! Só dignifica a sua prática. Todavia, no que é para ser público e mediatizado, a imagem tem de ser outra. A imagem real do que faz e de como é importante para essas pessoas. Se o não fizer e se continuarmos apegados às figuras religiosas e de amor, por certo não poderá vibrar com os utentes, não poderá dar-lhes o seu amor, pois entretanto a enfermagem acaba por falta de investimento…Bem-haja!

  4. Que falta de bom senso na escolha desta campanha. Os enfermeiros não são mártires e super-heróis que tudo aguentam porque hidratam as mãos com um cremezinho…São profissionais com qualidades técnicas e humanas para o cuidado da vida humana em todas as fases da vida.

  5. Caríssimos,Há razão em todos os que usam a voz que têm para reclamar as mais que justas e ausentes condições de trabalho e reconhecimento e remuneração para a nossa classe profissional. E apoio sempre esse trabalho. Porém, começo a ficar cansado quando misturam isso com a valorização da arte e do amor que també fazem parte da profissão. É certo e sabido que é uma profissão penosa, desgastante etc. E não falo por outros enfermeiros mas acredito que mais alguns se podem identificar com as minhas palavras. Sabei que se não gostasse particularmente desta profissão, se não amasse os momentos que passo com os utentes, se não vibrasse com as suas vitórias, então não seria enfermeiro. Se tenho uma profissão para pagar as contas, sou enfermeiro porque quero! Não seria enfermeiro se não amasse o que faço. Seria médico, ou gestor, ou enpresário, que essas profissões ainda são razoavelmente bem pagas. Mas não, sou enfermeiro! E tenho orgulho!

Sem censura... mas sem ilegalidade e acima de tudo com o sentido de responsabilidade. Opiniões contrárias não são só aceitáveis... são desejáveis... mas for favor identifique-se, nem que seja com pseudónimo

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s